• Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size

Conheça o perfil de Dani Monteiro

E-mail Imprimir PDF

Dani Monteiro é mais que a apresentadora do "Caminhos da Aventura",

quadro de esportes radicais do Esporte Esporte Espetacular, da Rede Globo.

Como ela mesma se define, é uma "esportista que inventou fazer reportagem". Na verdade, Dani não é tão inexperiente assim: ela fazia Jornalismo, na Universidade Gama Filho do Rio (trancou por conta das gravações) e já está na frente da telinha há seis anos, três deles no programa global.

O convite para estrear na Tv surgiu de amigos que faziam parte da produção do programa "Rolê", da Sportv: "Pintou a vaga para apresentadora, fiz o teste e passei. Parece que deu certo, né?" brinca a extrovertida garota de 23 anos.

Dani veio a Salinas para se jogar. Saltar de 2 mil metros de altitude, de pára-quedas, participando do projeto "Oi na Praia", que vem agitando o bar "Marujo"s", aos finais de semana, na praia do Atalaia, em Salinas. Dani iniciou os saltos há apenas um ano, mas já realizou cerca de 200 saltos, em vários países, mas nas viagens, Dani aproveitava para praticar outros esportes radicais também. O último carimbo no passaporte de Dani foi o Taiti, um antigo sonho de viagem agora realizado. Lá, Dani fez surf, um de seus esporte preferidos, mas seu currículo esportivo é vasto: raffiting, Foilboard (espécie de surf), bungeejump, entre outros, mas ela não deixa de citar o windsurf, modalidade em que já foi tricampeã brasileira, de 96 a 98. O windsurf Dani começou a praticar aos 13 anos, por influência do pai, oceanógrafo e fã de esportes radicais: "se não fosse a influência dele, talvez eu não seria quem sou hoje." E Dani, o que seria então? "Médica. Mas médica que aos finais de semana iria aprontar, fazer uns esportes diferentes. Gosto de me aventurar". Apesar da vontade em fazer medicina, Daniiniciou, aos 16 anos, o curso de Arquitetura, pela UFRJ, mas logo percebeu que aquela não era sua praia: seis meses depois largou o curso. Passou a dedicar-se mais aos esportes e então veio a idéia de fazer jornalismo, o que acabou casando perfeitamente com a paixão eportiva de Dani Monteiro. Paixão que passa pelo trabalho e toma conta das horas vagas. Certa vez, no intervalo de gravação, Dani foi surfar. Levou um tombo e a prancha bateu em sua canela. Resultado: 12 pontos e ter de andar auxiliada de muletas. Dani ainda iria para a Europa, gravar matérias para o quadro do Esporte Espetacular. Teve de gravar de muleta, "eu soltava a muleta e me equilibrava, terminou de gravar o pessoal da produção ia lá me dar de volta e ajudar a caminhar. Mas faz parte, é legal Nunca aconteceu coisa muito grave".

Fazer programas esportivos é aprofissão que Dani acredita ser perfeita. Além de praticar o que gosta, ela acredita estar passando uma nova imagem dos adeptos de esportes radicais: "o pessoal vê a Dani na tv fazendo brincadeira, sendo meio louca, mas eu sempre mostro que tudo é feito em sã consciência, com preparo e todo um cuidado com a segurança. Não ésó saltar de pára-quedas, é mostrar que tem treinamento, que tem profissionalismo e gente séria nisso." diz.

Atualmente, Dani está de férias do Esporte Espetacular, mas está correndo o país com a equipe da Oi com o "Oi na praia", que já esteve na praia do Futuro, em Fortaleza e na praia da Pipa, no Rio Grande do Norte. Dani faz salto de pára-quedas nesses eventos, sempre acompanhada do amigo Sabiá, vice campeão mundial de paraquedismo. Além do salto, Dani aproveitou para fazer um vôo panorâmico por Salinas e elogia: "aqui é um espetáculo. Quero voltar para ver tudo de novo e melhor", promete.

Um possível retorno poderá ser na próxima edição do Surf na Pororoca, realizado em São Domingos do Capim, interior do estado. "Amigos disseram que é uma onda forte, contínua...uma experiência maravilhosa. Ainda vou fazer". Mas, afinal, oq ue ainda falta para Dani? "Muita coisa, mas sonho em fazer em um dia pilotar avião".

Apesar do espírito aventureiro, que combina com dias de sol, praia e natureza, Dani adora aqueles dias chatos, chuvosos. É aí que a Dani radical vira a Dani internauta: "Passo horas na frente do computador. Tenho blog e um site próprio". As salas de bate-papo, Dani adora, principalmente quando o papo é esporte e viagens.

Agora, é com você, internauta do PORTAL ORM. Entre no chat ORM, äs 18 horas e conheça um pouca mais dessa figura simpática, talentosa e radical: Dani Monteiro.

 
Facebook SuRFCoRe System
Noronha Surf Festival
Brasileiro de Surf Profissional Pernambucano de Surf Brasileiro de Longboard

Eventos ao vivo


Ubatubense de Surf
Ubatuba (SP)
17 a 19/12
Transmissão ao vivo